Como o Outsourcing de TI reduz custos?

Raphael Gomes - 14/10/2016

Atualmente ouvimos falar muito de outsourcing de TI …

Mas afinal o que é o verdadeiro outsourcing?

 

Em termos conceituais o outsourcing é basicamente a transferência das atividades de uma organização para uma empresa terceirizada, ou seja, uma empresa fora da organização.

 

Isto visa gerar valor ao negócio, possibilitando liberar os funcionários da organização para se dedicarem às atividades foco do seu negócio.

 

É importante lembrar que as atividades executadas através de outsourcing devem ser atividades meio e nunca as atividades fins (produto final).

 

No caso da Outsourcing de TI podemos citar um fator complicador a mais: atualmente com a TI cada vez mais próxima das áreas de Negócio, qualquer degradação dos serviços de TI impacta diretamente no produto final das organizações.

 

Na maioria dos casos a gestão de contratos de outsourcing é bastante complexa devendo ser orientado ao desempenho.

 

Em empresas que trabalham com um fluxo muito grande de comunicações, é comum a utilização deste tipo de serviço, já que muitas vezes não existem profissionais capacitados para este tipo de função.

 

Ao invés de construir um núcleo de TI, as empresas preferem contratar o serviço de gestão de TI com prestadores de serviços capacitados, que garantem uma melhor utilização e desempenho deste tipo de serviço.

 

Sobre os tipos de outsourcing

 

temos o offshore outsourcing, onde há a migração dos serviços para um fornecedor fora do país. As organizações geralmente migram os serviços de suporte de infraestrutura e desenvolvimento de software para outros países em desenvolvimento onde os custos com pessoal especializados são atrativos, mas podem esbarrar em falhas de comunicação e adaptação cultural.

READ  Internet Das Coisas - Tudo sobre e como ela vai facilitar seu trabalho

 

Já no onshore outsourcing a execução dos serviços continua fora da organização, mas dentro do mesmo país. E por último o outsourcing nearshore onde os serviços estão em países vizinhos ou em regiões geograficamente próximas, semelhante em língua, cultura e fuso horário.

 

Já o outtasking consiste em terceirizar tarefas específicas de uma organização, e não mais um serviço vinculado diretamente ao negócio. Onde há uma terceirização de tarefas a empresa terceira não teria mais função de controle e de comando, sendo responsável apenas pela execução de tarefa.

 

Outsourcing de TI para pequenas e médias empresas

 

Não são somente grandes empresas e multinacionais que procuram os serviços de outsourcing TI de forma estratégica. Nos dias atuais, encontramos empresas de todos os portes e demandas que estão adotando este modelo de solução.

 

Na maioria das vezes, as empresas com menores orçamentos não têm capital para investir em profissionais qualificados na área de TI, sem esquecer-se das demandas internas do próprio negócio. Dessa maneira, o outsourcing pode ser uma alternativa.

 

Algumas vantagens de adquirir uma assistência de outsourcing TI:

 

  • Centralização de incidentes e problemas.
  • Agilidade na solução de ocorrências.
  • Gerenciamento de mudanças no ambiente de TI com utilização de processos de serviços.
  • Gestão da capacidade na execução das atividades.
  • Monitoramento constante e integrado da disponibilidade dos ambientes de outsourcing.
  • Foco nas questões estratégicas e no core business da empresa.
  • Flexibilidade de métodos e ferramentas de trabalho conforme a necessidade do cliente e do ambiente.
  • Acompanhamento constante e atualização conforme evolução tecnológica.
  • Aprimoramento e manutenção da base de conhecimento.

 

Para praticar o verdadeiro Outsourcing de TI a organização cliente deve estar disposta a passar por mudanças e adaptações na sua forma de gerenciar contratos de fornecedores.

READ  Telefonia digital - Como tirar proveito dessa tendência

 

Deve lembrar que o foco deve ser sempre o desempenho do serviço que é medido por ANS/SLA e não pela quantidade de profissionais disponibilizados pela empresa contratada para a execução do serviço, por exemplo.

 

Com relação às empresas, elas devem ter a responsabilidade de planejar minuciosamente sua capacidade para minimizar possíveis surpresas durante a execução do contrato.

comments

Fique por dentro das novidades do Blog Città

Assine nossa newsletter e receba os artigos por email!

Artigos Relacionados