Monitoramento de Redes – O que Considerar?

Raphael Gomes - 14/10/2016

O Monitoramento de Redes é uma das prioridades da TI da sua empresa?

 

O monitoramento de redes é observar, analisar e ficar atento aos possíveis sinais de que algo não está normal. Em tecnologia da informação, “não está normal” pode indicar indisponibilidade de um ou mais partes de um sistema ou mesmo uma lentidão ou diminuição na qualidade de serviços percebida pelo cliente.

 

 

Estar pronto para ação, ou mesmo agir antes de algo acontecer, são resultados de um bom ambiente de Monitoramento de Redes, servidores e serviços. Além disso, os dados históricos coletados por um bom sistema de monitoramento fornecem informações para que compras e upgrades sejam feitos de forma racional (Capacity Planning).

 

 

As ferramentas de monitoramento de redes permitem que métricas sejam apresentadas de forma visual com gráficos e mapas. Informações como consumo de banda, CPU, memória, ou tempo de consultas do banco de dados, podem ser rapidamente visualizadas, tanto com dados instantâneos como para dados históricos.

 

 

Um bom sistema de monitoramento de redes permite a criação de alertas para eventos de anormalidade e também permitem correlacionar sintomas com itens de infraestrutura.

 

 

Outra característica de um bom sistema de monitoramento é que ele deve ser suficiente para atender as mais diversas equipes, ambientes e necessidades, de modo a evitar que múltiplas ferramentas sejam usadas, dificultando correlações e tornando o ambiente ainda mais complexo.

READ  Abranet anuncia proposta para melhorar a internet no Brasil

 

 

Os profissionais de TI sabem que até mesmo os equipamentos de última geração e os softwares mais atualizados não garantem sistemas imunes a erros. Por isso, qualquer sistema crítico para um negócio deve ser monitorado constantemente para evitar interrupções que prejudiquem sua utilização pelos usuários.

 

 

Hoje veremos como as redes, que garantem a troca de informações entre os computadores da sua empresa, também exigem um acompanhamento de perto da equipe de TI para que possam ter um bom desempenho. Descubra a importância do monitoramento de redes!

 

Sempre por dentro

 

Quando uma empresa monitora sua rede, os funcionários responsáveis pelos processos de TI serão informados sobre possíveis falhas por meio de alertas de e-mail pré-programados. Isso faz com que a equipe fique sempre por dentro do desempenho a partir de qualquer lugar, podendo atuar de forma mais ágil, caso algum problema ocorra.

 

 

Imagine que a rede da empresa apresenta alguma falha no fim da noite. Caso a infraestrutura seja monitorada, um profissional poderá solucionar o problema imediatamente, de forma remota, antes mesmo que os funcionários comecem a trabalhar no dia seguinte.

 

Agilizando correções

 

O monitoramento da rede também torna a correção dos problemas mais rápida. Isso acontece porque as soluções para esse fim já mostram qual dispositivo pode estar causando a falha, reduzindo o tempo necessário para identifica-los e solucioná-los.

 

Identificando tendências no monitoramento de redes

 

A rede de uma empresa pode apresentar diversos problemas de forma isolada ao longo dos anos e, caso eles não sejam analisados com cuidado, algumas tendências importantes podem passar despercebidas pela equipe de TI.

READ  Grupo quer criar identidade digital única para internet

 

 

Com uma ferramenta do monitoramento, os profissionais são capazes de identificar padrões nas falhas e, consequentemente, entender como está a saúde da rede para definir ações de melhoria.

 

Planejando com calma

 

Se algum equipamento começa a apresentar problemas constantes, prejudicando as tarefas, isso significa que sua empresa já perdeu o momento adequado para substituí-lo.

 

 

Quando a equipe de TI monitora a rede, no entanto, será possível programar manutenções periódicas ou investimentos em novos equipamentos para prevenir problemas em hubs, roteadores, modems ou outros pontos da infraestrutura. Isso evita que a rede opere no limite de sua capacidade por muito tempo, permitindo que a empresa planeje os investimentos com mais tranquilidade e sem grandes impactos no orçamento.

 

Facilitando a visualização

 

Quando a equipe de TI precisa explicar alguma questão técnica à alta gestão da empresa, são grandes as chances que ocorram ruídos na comunicação. Por isso, monitorar a rede com ferramentas voltadas para esse fim pode facilitar a visualização do desempenho do sistema e seus pontos críticos, o que favorece a tomada de decisão não somente da equipe de TI como também dos proprietários do negócio.

 

 

Com tudo isso, é possível perceber que o Monitoramento de Redes ajuda a tornar o trabalho da equipe de TI mais estratégico, criando soluções para os desafios tecnológicos antes mesmo que eles se apresentem. Continue acompanhando o nosso blog para descobrir como nossas ferramentas podem ajudar a melhorar o desempenho dos sistemas em sua empresa.

 

 

Exemplos de monitoramento de redes:

  • Qualidade de links, conectividade de redes;
  • Utilização de banda;
  • Saúde e uso de ativos de rede (roteadores , switches, access points CISCO, Juniper);
  • Diversos sistemas operacionais como Windows, Linux, AIX, Solaris, HP/UX;
  • Serviços em execução como Apache HTTPD, SSH, FTP, CIFS, Mensageria;
  • Servidores de aplicações Java como Weblogic, Websphere, JBoss, Tomcat e Jetty;
  • Servidores de aplicações .NET;
  • Parâmetros de performance de serviços(tempo em banco, tempo em rede).
READ  Wi-Fi 802.11ax: entenda o novo padrão de Internet

 

Dúvidas? entre em contato com a Città, agende uma visita de um consultor e iremos oferecer a melhor solução para sua empresa.

comments

Fique por dentro das novidades do Blog Città

Assine nossa newsletter e receba os artigos por email!

Artigos Relacionados

  • Protocolo

    Internet - Chrome deixará de mostrar verificação de segurança em sites HTTPS

    Leia mais
  • BRASIL

    Internet - Pesquisa mostra que brasileiros passam 6 horas por dia na internet

    Leia mais
  • Internet - Fim da neutralidade de rede nos EUA foi aprovado para 11 de Junho

    Leia mais