IP Fixo e IP Dinâmico

Raphael Gomes - 14/10/2016

Assim como cada um de nós tem um endereço e um número de telefone, na internet, cada site, serviço ou usuário também tem um IP – uma combinação numérica correspondente a cada conexão.

 

O IP – o protocolo mais básico da internet – é sempre exclusivo, já que é a única forma que os sistemas operacionais e dispositivos da rede poderão identificar cada computador.

 

 

O que pouca gente sabe é que existem dois tipos o IP físico e o IP dinâmico.

 

Tudo bem, mas que diferença isso faz?

 

Primeiro, vamos entender…

 

IP fixo ou estático

 

É aquele definido manualmente e que não mudará a não ser que você modifique as configurações do protocolo TCP/IP da sua máquina.

 

Um IP fixo é sempre necessário quando o computador é uma fonte de dados a ser acessada remotamente.

 

"Um servidor necessita de um IP fixo porque, todas as vezes em que a pessoa for acessar o nome do site, existe um serviço chamado DNS que faz a tradução do nome que a pessoa está digitando para o IP", explica Weberton Souza, supervisor de redes da Telium.

 

IP dinâmico

 

Como o próprio nome diz, muda o tempo todo; ou melhor, a cada nova conexão à web.

 

Os provedores de acesso à internet utilizam protocolos específicos para que a distribuição desses IPs seja feita automaticamente para cada dispositivo que se conecta à rede. A maioria de nós, em casa, utiliza IPs dinâmicos – que além de mais baratos, são mais seguros e eficientes.

READ  Rede Wireless - Entenda a diferença entre os diversos padrões e velocidades

 

"O IP dinâmico não garante segurança nenhuma, só que ele é um passo a mais, porque como você não tem um IP fixo, ainda que uma pessoa mal intencionada descubra o seu IP naquele momento, ela vai ter de refazer todo o processo para descobrir seu IP novamente amanhã, por exemplo. Porque amanhã você vai se reconectar e o seu computador vai ter um novo endereço IP", diz Souza.

 

Hoje é raro encontrar usuários que possuam IP fixo, mas a maioria das empresas prefere esta opção. Tudo bem, o acesso com IP estático é muito mais caro que o dinâmico, mas ele oferece vantagens; entre elas, principalmente a facilidade de administração e o acesso remoto. Sabendo o “endereço fixo” de uma máquina ou de uma rede, é muito mais simples acessá-la de qualquer lugar.

 

Objetos conectados, como câmeras de segurança, por exemplo, também podem usar IP fixo. Mas como no uso doméstico a predominância é do IP dinâmico, a saída para se conectar a esses objetos à distância são serviços de DNS dinâmico.

 

Na sua conta, neste tipo de serviço, depois de configurado, o roteador (em casa ou onde quer que seja) envia o número de IP que está sendo usado naquele exato momento para que você possa fazer o acesso remoto.

 

"Quando você tem o IP fixo, o acesso remoto a esse dispositivo é bem facilitado. Com o IP dinâmico você precisa de alguns recursos extras para conseguir efetuar esse acesso", esclarece o especialista.

 

Descubra qual é seu IP na internet

Para descobrir seu IP na internet, você deve acessar o endereço IP do seu modem.

 

READ  Uber Brasil ajuda a prevenir acidentes com tecnologia de aprendizado

Lá haverá o item WAN, o qual faz referência aos dados que você obtém da sua operadora telefônica. O item “IP Address” mostra o número IP que você obteve de seu provedor. Confira a imagem abaixo.

 

Conclusão

Apesar do alto preço, muitas empresas não abrem mão do IP fixo para poder usar VPN’s, Redes Privadas Virtuais.

comments

Fique por dentro das novidades do Blog Città

Assine nossa newsletter e receba os artigos por email!

Artigos Relacionados