Internet em aviões ainda mais rápida que conexões domésticas

Raphael Gomes - 18/01/2018

Internet em aviões ainda mais rápida que conexões domésticas

 

Tecnologia apresentada pela Panasonic, possibilita novos voo de velocidade de internet a bordo de aviões.

 

Cada da vez mais a necessidade de melhorar as conexões de internet, seja nos dispositivos mobiles ou computadores de mesa, geram novas pesquisas que trazem possibilidade e novos avanços para as tecnologias de internet. A Internet das Coisas cresce cada vez mais, rumo a uma realidade em que as conexões de internet sejam mais eficazes, contando com equipamentos que comunicam entre si para tornar a rotina do usuário mais prática.

 

Na CES de 2018 (Consumer Technology Association) a maior conferência de negócios e tecnologias de consumo, realizada em Las Vegas – Nevada, onde empresas como a Panasonic, Google entre outras, ganham a atenção do consumidor com suas novidades, envolvendo tais avanços tanto na internet, quanto com dispositivos e serviços tecnológicos.

 

Mas, além dessas duas companhias que, atualmente, lideram esse segmento, outras marcas deverão entrar na batalha, apresentando produtos como geladeiras e câmeras de segurança igualmente conectados à Internet das Coisas e contando com sistemas de inteligência artificial para tal.

 

A empresa Panasonic a partir da terceira geração de modem, revela uma nova conexão a bordo de aviões, que tornará 20 vezes mais rápido o acesso à internet dos passageiros nas aeronaves. Essa nova conexão irá permitir o acesso ao conteúdo streaming em plataformas como Netflix e Youtube, fora chamadas de vídeo e áudio através do Skype.

READ  Mobile x desktop: O crescimento da internet móvel

 

Maior velocidade a bordo de aviões

 

A partir da nova tecnologia, a velocidade de internet alcançada chega a 120 Mb/s. Por meio de receptores, com banda total de 240 Mb/s em cada avião, que é disponibilizada por algumas operadoras de internet de banda larga no Brasil, por custos mais caros. O sinal de internet é transmitido ao avião por satélite. Assim como a transmissão de da TV ao vivo, que provavelmente irá atingir melhorias, por conta do avanço na conectividade em plena altitude.

 

A expectativa é de que as empresas aéreas renovem seus equipamentos até os próximos meses. Hoje mais de mil aeronaves já contam com a tecnologia de conexão a bordo da Panasonic. Em nota, a empresa ressalta que apenas vende a tecnologia para as companhias aéreas. Assim cada uma das transportadoras, decidem com base em seus negócios qual serviço contratar de acordo a seus preços. No qual os recursos serão liberados no Wi-Fi após o avião levantar voo.

 

Segundo a empresa Panasonic, em declaração ao site TechTudo, na atualidade as aeronaves atingem uma velocidade de 12 Mb/s quando estão em altitude de cruzeiro. Visto a conexão ser compartilhada entre os sistemas conectados através do Wi-Fi, que resultam em uma navegação mais rápida pelos sites, diferentemente do início da internet banda larga no Brasil.

 

Como funciona a internet a bordo de aviões

 

Atualmente, uma aeronave consegue velocidade de internet de 12 Mb/s quando se encontra em velocidade de cruzeiro. Essa conexão é compartilhada entre todos os dispositivos que permitem conexão através do Wi-Fi, oferecendo, dessa forma, a navegação um pouco mais veloz do que a que temos no Brasil, quando em terra.

READ  Wi-Fi 802.11ax: entenda o novo padrão de Internet

 

Atualmente existem mais de mil aeronaves que se utilizam da tecnologia de conexão a bordo desenvolvida pela Panasonic, havendo a expectativa que de as empresas de aviação civil comecem a fazer a atualização dos modens nos próximos meses.

 

A velocidade de sua internet não está igual à dos aviões? Analise seu contrato e sempre verifique a velocidade com que está recebendo as informações. Se a empresa fornecedora não estiver cumprindo com sua parte, reclame: é seu direito.

 

Recepção dos consumidores ao serviço

 

Essa promessa parece divergir opiniões a respeito dessa nova possibilidade entre os viajantes, que julga parte necessário devido a se tornar uma facilidade de contato durante os voos, mas outra parte considera que possa haver transtornos durante a viagem, por causa de uma possível baderna causa pelos passageiros falando ao mesmo tempo.

 

Tais considerações faz com que surjam controvérsias, pois o serviço de internet a bordo oferecido na sua maioria, ainda não permite chamadas de áudio e vídeo, que de acordo a algumas empresas aéreas, seria uma vantagem frente as novas peculiaridades. Pois o bloqueio desses serviços de internet a bordo, são bloqueados e possuem acesso em apenas algumas companhias, que utilizam outras ferramentas de contato, como os aplicativos de chat (Messenger, Telegram e WhatsApp).

 

A velocidade de sua internet ainda pode não decolar quanto a dos aviões, mas suas viagens podem ter um pouco mais de entretimento. Se a empresa ainda não estiver fornecendo o serviço, consulte a companhia para saber mais a respeito.

 

comments

Fique por dentro das novidades do Blog Città

Assine nossa newsletter e receba os artigos por email!

Artigos Relacionados

  • Protocolo

    Internet - Chrome deixará de mostrar verificação de segurança em sites HTTPS

    Leia mais
  • BRASIL

    Internet - Pesquisa mostra que brasileiros passam 6 horas por dia na internet

    Leia mais
  • Internet - Fim da neutralidade de rede nos EUA foi aprovado para 11 de Junho

    Leia mais