Fim da neutralidade de rede nos EUA foi aprovado para 11 de Junho

Pauliran Martins - 11/05/2018

 A internet só terá mais um mês de liberdade nos EUA

 

A neutralidade de rede foi aprovada em dezembro do ano passado e entrará em vigor a partir do dia 11 de junho, em todo o território Americano. Segundo anúncio da Federal Communications Commission (Comissão Federal de Comunicações ou FCC), órgão que regula as telecomunicações no país.

 

Inicialmente as novas regras seriam vigoradas em abril; mas, antes era preciso que o Escritório de Gestão e Orçamento dos EUA revisasse a proposta. Como isso já foi concluído, a nova data já foi agendada pelo próprio FCC, que decidiu prorrogar por mais um mês o prazo, para que as operadoras possam se adaptar às novas regras.

 

A Neutralidade de rede

 

Em resumo, a leia revoga o (Open Internet Order) de 2015, que impedia as provedoras de serviços de internet a darem preferência de rede para um determinado tipo de conteúdo ou serviço online. Com a anulação dessa legislação, as organizações agora têm liberação para reduzir a velocidade de conexões, quando o usuário estiver utilizando as plataformas de streaming, podendo aumentá-la durante a visita de sites que tenham parceria.

Neutralidade de rede Imagem: Reprodução – BlogCittà

 

Isso levanta uma preocupação, pelo fato de que as ISPs (International Ship and Port Facílity Security Code) tenham o direito de bloquear o acesso aos domínios que elas considerarem perigosos ou impertinentes, dando margem para uma possível censura online. Para as operadoras isso traz motivos óbvios de comemorarem, pois certas estratégias de negócios trazem benefícios. Porém, grandes empresas como a Google e até mesmo o Facebook já se posicionaram contra a medida; e incomodou figuras como (Tim Berners-Lee) responsável pela criação do world wide web.

 

READ  Link de Internet Dedicado

Uma chance de liberdade

 

Ainda que exista uma esperança para a internet estadunidense. O Senado dos EUA pretende votar na semana que vem, uma sugestão criada pelo Partido Democrata para impedir essas mudanças. Caso a maioria vote a favor dessa nova proposta, a Câmara teria até janeiro de 2019 para prosseguir com a resolução, possibilitando mais tempo para que forças políticas e ativistas, reivindicassem a permanência da neutralidade de rede.

 

Via: @Reuters; @canaltech

 

Acompanhe essas e outras notícia sobre tecnologias aqui no @blogCittà

 

comments

Fique por dentro das novidades do Blog Città

Assine nossa newsletter e receba os artigos por email!

Artigos Relacionados

  • Protocolo

    Internet - Chrome deixará de mostrar verificação de segurança em sites HTTPS

    Leia mais
  • BRASIL

    Internet - Pesquisa mostra que brasileiros passam 6 horas por dia na internet

    Leia mais
  • Roteadores

    Internet - Saiba posicionar a antena do roteador para melhorar sua conexão Wi-Fi

    Leia mais